Portes grátis para compras superiores a 29€ para Portugal continental e a 40€ para Açores e Madeira / Levantamento sem custos no nosso escritório em Lisboa
  Blog

O que fazer ao óleo alimentar usado?

Escrito em 22 de fevereiro de 2021

O que fazer ao óleo alimentar usado?

O QUE É OAU?

Os Óleos Alimentares Usados (OAU) são um resíduo com alguma importância ao nível dos hábitos domésticos das famílias, resultando da fritura de alimentos.

Devido à sua complexidade e elevado potencial de contaminação dos recursos hídricos, é fundamental a separação e encaminhamento deste resíduo.

IMPACTO DO OAU:

Um litro de óleo é suficiente para poluir cerca de um milhão de litros de água, pelo que o esgoto nunca deve ser o destino, até porque pode danificar estas infraestruturas e potenciar o aparecimento de pragas.

Por outro lado, poderá danificar  os sistemas de tratamento das águas residuais (ETAR’s), uma vez que a gordura acumula-se nos filtros, obstruindo-os e fazendo com que não funcionem devidamente, prejudicando o processo de tratamento das águas.

 

O QUE FAZER COM O OAU?

Nos casos em que não existe nenhum sistema de recolha (da Câmara, de uma entidade gestora de resíduos ou de uma superfície comercial), devem colocar-se os OAU no lixo indiferenciado, devidamente fechados numa garrafa de plástico.

Nos casos em que é possível efetuar a recolha seletiva, estamos a falar de uma separação que proporciona o aproveitamento de uma matéria-prima, dado que o OAU possui um elevado potencial de recuperação, podendo ser aproveitado para a produção de sabão, detergentes ou  biodiesel.

Neste último caso, cerca de 1.000 litros de OAU permitem produzir entre 920 e 980 litros de biodiesel, cujos índices de emissão de dióxido de carbono que podem chegar a menos de 80% dos do gasóleo.

Por outro lado, por cada tonelada de OAU que não é encaminhada para aterro sanitário, evita-se a emissão de cerca de 14 toneladas de gases com efeito de estufa (GEE) associada à biodegradação na ausência de oxigénio.

ONDE ENTREGAR O OAU?

Poderás sempre consultar na Câmara Municipal da tua área de residência a localização dos oleões no teu município. Por exemplo, a C.M. Lisboa, tem  uma rede com mais de 100 locais. 

A PRIO tem 400 oleões distribuídos de norte a sul, assim como o Pingo Doce tem oleões em 350 lojas espalhadas pelo país.

 

 


×